• YouTube
  • Como me organizei para gravar o VEDA

    No mês de agosto eu fiz o VEDA no canal do Customizando no YouTube. VEDA significa “videos every day of august” – que traduzido para o português é “vídeos todos os dias em agosto (ou abril)”. Se gravar vídeo toda semana já é um desafio, imagina gravar vídeos todos os dias!

    Vídeos tipo vlogs ou onde é só a gente falando, é mais fácil de fazer e editar, mas vídeos do tipo Do It Yourself (Faça Você Mesmo) é muito mais complicado, porque tem que pensar em que projeto vai fazer, comprar os materiais, gravar, fazer o passo a passo, editar as imagens, fazer introdução e final, narrar o processo, enfim, são muitas etapas para chegar a um resultado legal. Por isso o VEDA é um desafio e tanto para quem faz vídeos de tutoriais.

    Eu sempre achei impossível e uma coisa muito distante fazer VEDA, mas esse ano me deu uma loucura e resolvi arriscar! Mas não foi algo que decidi assim em cima da hora, a ideia veio algumas semanas antes e daí eu comecei a me organizar.

    Eu utilizei o aplicativo Wunderlist para listar tudo o que eu precisaria para fazer o VEDA. Para quem não conhece o Wunderlist é um aplicativo para smartphone que permite você criar listas de tarefas e compromissos e assim não perder nada importante. Eu comecei criando uma lista de possíveis vídeos, para ver se conseguia mesmo ter ideias para tantos vídeos em tão pouco tempo, ou seja, com 31 ideias de videos de DIY. Além disso, coloquei em que data cada vídeo iria ao ar. (Depois a cada vídeo publicado eu ia colocando como concluído).

    Gravar vídeo VEDA YouTube

    Também criei uma lista de coisas que precisaria fazer para o VEDA acontecer. Coisas como:

    • Comprar materiais
    • Definir vídeos e datas
    • Criar arte especial para os vídeos do VEDA
    • Fazer vídeo teaser
    • Fazer arte para redes sociais
    • Gravar primeiros vídeos
    • Etc..

    E também criei uma lista de materiais que precisaria comprar. Não podia correr o risco de começar um vídeo e não ter os itens necessários. E também não poderia ficar saindo todo dia para comprar, já que quando eu não estivesse gravando, eu estaria editando os vídeos.

    Uma coisa importante para agilizar o processo da edição dos vídeos foi ter um arquivo base onde já estariam adicionados introdução, músicas, efeitos, arte do final e tudo que pudesse ser colocado antes mesmo de ter o vídeo gravado. Assim a cada dia era só abrir esse arquivo e começar a trabalhar em cima dele para o vídeo do dia.

    Quem pensa em gravar VEDA no futuro precisa se organizar e adiantar bem. Quando eu comecei o VEDA eu tinha 5 vídeos programados no YouTube (achei isso o máximo que até tirei um print). Depois eu percebi que isso foi muito pouco na verdade. O ideal é ter uns 15 vídeos programados, assim você não passa sufoco. Nos últimos dias eu estava publicando os vídeos muito em cima da hora, para não dizer até atrasados. Mas enfim consegui publicar os 31 vídeos!

    Como gravar VEDA no YouTube

    Eu gostei muito da experiência, porque pude ver que sou capaz de produzir tanto conteúdo sob pressão, em pouco tempo. Mas o que mais gostei foi da interação que tive com as seguidoras, me senti um pouquinho mais perto delas e isso foi muito bom! :)

    Gravar vídeo VEDA YouTube

    Acho que o único ponto negativo do VEDA foi o stress (obrigada pela compreensão família e namorado!) porque fiquei a mil, trabalhei muito mais do que o normal e dormi menos. Mas nem por isso descarto fazer o VEDA novamente. Vou tentar ter ainda mais organização para fazer com mais tranquilidade da próxima vez!

     

    Compartilhe



  • dicas
  • O que tenho aprendido com o YouTube

    Estou no YouTube. Eu, que sempre fui tímida. Isso parece irreal, mas resolvi ter um canal no YouTube por conta do meu blog Customizando – já que hoje é imprescindível estar em todas as redes sociais. O canal ainda é pequeno, mas eu já estou aprendendo tanto com ele e hoje quero compartilhar com vocês algumas coisas positivas que ter um canal está me proporcionando, e isso nada tem a ver com dinheiro ou status. Acompanhe!

    Perfeccionismo não tem vez!

    Uma coisa que aprendi é a seguinte, se você quer fazer “o” vídeo perfeito para o YouTube e pensa em colocá-lo no ar somente se realmente ele estiver perfeito, você nunca o colocará no ar! É impossível fazer algo tão redondinho, sempre vamos querer ter feito melhor em alguma coisa. Eu sempre acho erros nos meus vídeos, ainda que as pessoas não percebam, eu sei que estão lá. Uma palavra dita de forma mais aguda e estranha, uma iluminação que não ficou 100%, o cabelo que estava desgrenhado e você não reparou na hora… A cada semana eu preciso me desfazer do meu perfeccionismo e liberar um vídeo real – imperfeito.

    Vencendo a timidez

    Para quem é tímido ter um canal no YouTube funciona como um exercício para se soltar e vencer seus medos, vencer o medo do que as pessoas vão pensar de você, vencer o medo e deixar as pessoas verem quem é você! Muitos podem achar que é fácil falar para uma câmera, mas para uma pessoa tímida ou introvertida não é tão fácil assim, principalmente se nos lembrarmos que muitas pessoas assistirão esse vídeo depois… então cada vídeo liberado é uma conquista contra a timidez.

    Auto-estima e aceitação

    Eu nunca gostei de me ver em vídeos, quando era adolescente eu sempre fugia de câmeras, me achava estranha nas filmagens. Agora gravando vídeos estou me aceitando mais e me conhecendo melhor. Tanto exterior quanto interiormente. Ah sim, e você descobre que sua voz não é bem aquela que você mesmo ouve…

    O que tenho aprendido com o YouTube

    Ser mais organizada e planejar melhor

    Para um canal crescer, é preciso que haja muito planejamento por trás dos vídeos. Não basta ligar a câmera e ir gravando, o canal precisa ser organizado, com tudo definido e separado por temas. Você tem que pensar nos assuntos, no texto, em que momento vai gravar, quantas vezes vai soltar vídeos, enfim, ter uma agenda, e tudo isso leva ao tópico seguinte…

    Responsabilidade

    A partir do momento que você decide ter um canal público está decidindo que você se compromete a postar vídeos periodicamente. Sinalizar no canal quantos vídeos você libera na semana é um estímulo para que você cumpra os prazos e você vai aprendendo com isso, a trabalhar sob pressão e entregar resultados.  Às vezes é um sufoco para conseguir enviar a tempo, mas a sensação de dever cumprido é ótima!

    ***

    Bom, essas foram algumas coisas que aprendi com o canal do Customizando, espero que esse post tenha te motivado a também ter um canal no YouTube! Libere seus medos e comece, você só tem a ganhar! :)

    Compartilhe