• crianças
  • O que não fazer para o bebê dormir

    Você organiza o ambiente, prepara a última mamadeira, troca o lençol para berço, arruma o travesseirinho, reduz a iluminação, mas o bebê continua com energia.

    O momento do sono pode ser bastante angustiante para alguns pais, e isso muitas vezes ocorre devido a alguns errinhos que acabamos cometendo. São manias que, inclusive, muitos pais imaginam ser as melhores para a criança, como ninar o bebê enquanto se caminha pela casa, acostumá-lo a dormir na cama e não em seu berço, e até deixar a luz acesa.

    como fazer bebê dormir
    Foto: Pixabay

    Para ajudar você nesta questão, vamos apontar o que não fazer para o bebê dormir. Afinal, todos nós queremos e precisamos de uma boa noite de sono, não é mesmo? E para as crianças isso não é diferente.

     

    Erros ao colocar o bebê para dormir

     

    Ninar até adormecer

    Esse, sem dúvida, é um dos erros que boa parte dos pais comete. Normal, uma vez que estamos apenas reproduzindo modelos, crescemos vendo nossas avós realizar essa prática e achamos ser a melhor para o bebê.

    Porém, esse costume gera duas coisas ruins para o sono. A primeira é que pode causar o efeito contrário em alguns dias, tornando a criança ainda mais agitada. Depois, o bebê irá se acostumar com isso e não haverá outra forma de tentar fazê-lo dormir.

     

    Muitas atividades ao longo do dia

    Procure não deixar a criança muito agitada, considerando que quanto mais cansada mais fácil ela irá dormir. Isso não é bem verdade. Quando o bebê fica muito agitado e cansado, ele tende a acordar mais vezes ao longo da noite, e até ficar meio “irritadinho” antes do sono.  Faça atividades normais, como passear com o carrinho, ler historinhas, ouvir músicas…

    como fazer bebê dormir
    Foto: Pexels

    Levá-lo para a cama

    Crie a rotina de forma que o bebê possa acostumar a dormir sempre em seu quarto, de preferência no berço e não no carrinho.

     

    Deixar a luz acesa

    Nada de deixar a luz acesa, imaginando que assim o bebê poderá dormir melhor. Logo nas primeiras semanas, crie a rotina de fazê-lo dormir sempre com a luz apagada, porque depois de grandinho, ele pode desenvolver o medo de dormir sem luz se for acostumado a dormir de luz acesa. Vai pensar que isso é o normal.

    Evitando esses errinhos, você poderá fazer seu bebê dormir mais facilmente, com seu aconchegante lençol deberço, travesseiro fofinho e uma confortável noite de sono.

    Compartilhe



  • dicas
  • O que muda no sono no inverno?

    No inverno sempre dá aquela sensação de mais fome e vontade de dormir, não é? Por isso, nessa época comemos alimentos mais pesados, aumentamos a quantidade ingerida e queremos passar mais tempo na cama, usando aquele pijama de inverno bem quentinho.

    Mas, você sabe o que muda no corpo e no seu sono no inverno? A primeira mudança é por conta da sensibilidade ao horário, no inverno o dia escurece mais cedo e amanhece mais tarde, com isso o corpo sente que precisa ficar mais um tempinho embaixo das cobertas.

    Para não afetar seu sono, procure manter horários regulares e evite comer comidas pesadas perto da hora de dormir, mesmo que seu organismo peça por mais alimento por conta da queima calórica.

    Você sabia que o inverno também afeta seu humor? Durante os meses de frio as células produzem menos serotonina, um hormônio responsável pela sensação de bem-estar e pela regulação do sono, enxaqueca e saciedade. Para manter sua produção, pratique exercícios e melhore a alimentação.

    Como escolher seu pijama de inverno

    Para escolher o pijama masculino ou feminino ideal, pense sobre como você se sente confortável na hora de dormir, se é com um tecido mais leve, mais encorpado ou meio termo.

    Por exemplo, o pijama em meia malha, é ideal para quem costumar suar bastante a noite e prefere um tecido mais equilibrado, que aqueça e seja leve. Já o de flanela resulta em um bem mais pesado, perfeito para as regiões mais geladas do país.

    Enquanto isso, a viscolycra é um tecido bem leve, com caimento sutil e toque frio, combina com as pessoas que preferem se aquecer com mais cobertores do que com um pijama de inverno.

    Compartilhe